Buscar
  • Antonio Brunetti

A Neural DSP vem chamando muito a atenção na NAMM 2020, não é por pouco, o The Quad Cortex parece ser uma ferramenta fantástica e mesmo apresentando só um protótipo com pouquíssimos algoritmos funcionais até o momento, tem causado um alvoroço enorme em volta dessa nova ferramenta.

Antes de falar do Quad Cortex, vale a pena analisarmos quem é a Neural DSP.

Trata-se de uma Startup que quer responder a duas perguntas, uma delas seria, quais os tipos de ferramentas serão essenciais para os músicos, compositores e produtores nas próximas 2 ou 3 décadas? Ousado né?

E a outra pergunta é, como acelerar o desenvolvimento dessas ferramentas?

Já deu para ver que os caras têm muito trabalho pela frente, e é legal notar que existe uma empresa que está se preocupando com um horizonte tão distante e trabalhando hoje para que ele aconteça.

Mas vamos a sensação do momento, The Quad Cortex!

A Neural DSP tem feito plug-ins VSTs fantásticos, muito bem feitos e que soam muito bem.

Com uma capacidade absurda de processamento graças ao seu DSP Sharc Quad-Core, a Neural DSP promete o hardware mais potente do planeta, com capacidade infinita para modular o seu timbre, você poderá rodar vários amplificadores simultaneamente e ainda adicionar efeitos como reverbs, delays, modulações, e tudo em estéreo. Se você está acostumado com outros processadores top de linha do mercado, sabe que isso não é uma realidade, você sempre encontra limitações, já no Quad Cortex, essas limitações não devem existir.

Equipado com a tecnologia Neural Capture, o The Quad Cortex permitirá que você clone amplificadores, pedais e gabinetes com uma precisão nunca vista antes, graças a um sofisticado algoritmo que percebe detalhes além do ouvido humano, fazendo com que os timbres soem mais naturais.

Até o momento eles prometem 50 amplificadores, 70 efeitos e 1000 IRs, parece pouco comparado com outros concorrentes, mas esses números tendem a crescer ao longo do tempo.

Super compacto, porém com uma quantidade de recursos impressionante, o The Quad Cortex tem lançamento previsto para o final do ano, com preço de US$1599, o que o deixa abaixo dos seus concorrentes mais velhos.

Os concorrentes terão que correr atrás das inovações que a Neural DSP promete, tela de 7 polegadas touch screen, wifi para compartilhar presets, atualização de firmware e backup, conexão USB para áudio e dados com latência ultra baixa que pode ser utilizada como interface, entradas para até 4 instrumentos.

O The Quad Cortex veio para ficar, e não está limitado a guitarra, baixistas, vocalistas, tecladistas e outros músicos podem utilizar o poder de processamento dessa unidade, agora fica fácil entender o sucesso na NAMM 2020.


232 visualizações1 comentário