Depois de uma carreira de sucesso como baterista, Jim Marshall começou a trabalhar em 1962 com uma pequena loja em Hanwell/Londres vendendo baterias, pratos e acessórios relacionados a este instrumento. O próprio Marshall também deu aulas de bateria. De acordo com Jim, Ritchie Blackmore, Big Jim Sullivan e Pete Townshend foram os três principais guitarristas que muitas vezes entraram na loja e o convenceram a fazer amplificadores de guitarra, além de dizerem a ele o som e o design que eles queriam. A Marshall Ltd. se expandiu como empresa e contratou projetistas para começar a desenvolver e fabricar amplificadores de guitarra para competir com os aparelhos existentes, sendo que os mais notáveis da época eram os amplificadores Fender importados da América. Estes eram muito populares entre guitarristas e baixistas, mas eram muito caros. Os três guitarristas estavam entre os primeiros clientes dos primeiros 23 Amplificadores Marshall feitos.

Os amplificadores de guitarra da Marshall estão entre os mais reconhecidos no mundo. Eles são conhecidos por seu "crunch". Esta assinatura sonora foi concebida por Jim Marshall depois que guitarristas como Pete Townshend, visitando a loja de bateria de Jim, reclamaram que os amplificadores de guitarra que estavam no mercado não tinham o som certo ou volume suficiente. Depois de ganhar muita notoriedade, os amplificadores de guitarra e gabinetes Marshall foram procurados pelos guitarristas da época para este novo som e maior volume nos palcos.

 

Nos anos 90, a Marshall atualizou sua linha de produtos com a nova série JCM 900, depois do enorme sucesso da linha JCM 800 nos anos 80. Testado pela revista Guitarist no Reino Unido e classificado com o seguinte texto: "Shredders, este é um amplificador que você não precisa modificar", deixando claro que a nova linha 900 da Marshall foi novamente uma consequência dos desejos dos músicos, apresentando mais distorção do que nunca e mantendo aspectos populares dos modelos JCM 800. Apesar de não utilizar as famosas válvulas EL34 no Power como seu irmão mais velho, o JCM 900 com válvulas 5881 foi bem recebido por músicos mais jovens associados ao pop, rock, punk e grunge, que foi difundido no início dos anos 90. O JCM 900 Dual Reverb 4100 também foi usado notavelmente por Dave Navarro.

 

Confira todas as possibilidades sonoras deste amplificador em nossos vídeos!

 

- Modelo: Marshall JCM 900 4100 Head "Vintage Reissue"
- Fabricado em 2014
- País de Origem: Inglaterra
- Tipo: Head valvulado
- Potência e estrutura: 100W RMS, 2 canais com equalização em comum selecionáveis por footswitch, controles de  Volume Master, Reverb e Preamp Gain independentes para cada canal, FX Loop com volume regulável, Line Out normal ou compensado para gravações, conexão para Footswitch (não incluso) e 2 saídas para caixas com seletor de impedância
- Valvulas: 2 x ECC83 no pré, 1 x ECC83 inversora de fase e 4 x 5881 no power
- Voltagem: 120VAC
- Peso aproximado do Head: 18,8 kg

 

Amplificador em excelente condição de conservação, como novo! Acompanha Manual e cabo de força.

Marshall JCM 900 4100 Head "Vintage Reissue"

R$8,999.00Preço
    whatsapp logo 2.png